sábado, 25 de outubro de 2008

Só para relembrar uma "coisinha"

O Relatório e Contas da Direcção 2007/2008 e respectivos Relatório e Parecer do Conselho Fiscal já estão disponíveis para consulta. No documento de 55 páginas pode ler-se que em relação ao exercício de 2007/2008, o resultado líquido é negativo em 2.128.463,65€. De acordo com a Direcção “sofreu uma quebra significativa, fruto do aumento dos custos com o pessoal e dos custos com fornecimentos e serviços externos”. Verificou-se na última época um acréscimo no passivo total, no valor de 1.584.675,81€, sendo uma redução de 169.793,01€ na rubrica de proveitos diferidos e um aumento nas restantes rubricas do passivo de 1.754.468,82€.
Lembre-se uma das muitas vezes que Emílio Macedo da Silva referiu que um dos seus objectivos era diminuir o passivo, “A minha previsão é que consigamos reduzir o passivo entre os 60 a 70%, até final do mandato" (excerto de entrevista à Rádio Santiago). Não estamos no bom caminho caro Presidente...

Nenhum comentário: