quinta-feira, 5 de março de 2009

Está crise só para alguns...

"O Parlamento Europeu vai instituir um salário único para evitar diferenças de ordenado entre os deputados dos vários países. A nova regra beneficia, entre outros, os eurodeputados de Portugal. Os portugueses com assento no Parlamento Europeu vão passar a ganhar 7665 euros brutos, em vez dos 3815 euros que recebiam até agora. Ou seja, mais 3850 euros brutos por mês."
in "IOL Diário"

Ok, está certo, eu também quero ganhar como alguém que faça o meu trabalho em Espanha, França, Alemanha, Reino Unido, Itália, etc... De referir que actualmente quem paga os ordenados são os países de origem dos deputados, espero bem que agora seja Bruxelas e não os Portugueses mais uma vez a pagar a factura...

Nenhum comentário: