segunda-feira, 20 de abril de 2009

Protesto

 Estádio visto da Penha
Fotos do Estádio agora só da Penha. A qualidade das fotos e o perigo de as vendermos assim o determinam. Agora, fotografias "Voz do Berço" possivelmente só de telemovél.
PS - Daqui a pouco impedem os sócios de irem ver os jogos. Podem ser espiões de outro clube...

8 comentários:

Mr.Karvalhovsky disse...

Não deixam entrar com máquinas digitais agora?

shiver disse...

Mr.Karvalhovsky,

no último jogo fomos impedidos de entrar com a máquina numa das portas do estádio e ao que sabemos outras máquinas foram também barradas à entrada.

SicGloriaTransitMundi disse...

Voltou a censura, é???

Ou será a táctica do Big Brother aplicada ao futebol??? É que pelos vistos, agora para aceder a certos conteúdos da página do Vitória parece que temos de nos identificar!

Será que têm medo de que a informação que disponibilizam possa, um dia, ser usada contra eles em alguma Assembleia Geral sem que eles saibam como os sócios a conseguiram ou quem a conseguiu?????

O nosso Vitória está a ir por um caminho bonito, está!

Agora só falta quererem que haja uma SAD para o clube ser todo deles!!!

shiver disse...

Caro SicGloriaTransitMundi,
penso que isso seja uma possível forma de beneficiar os sócios e motivar os simpatizantes a tornarem-se sócios. Agora medidas como a proibição de máquinas fotográficas no Estádio, mais que censura penso que é um desrespeito para com os sócios.

Pantic disse...

Para começar mandamos um mail ao departamento de atendimento ao sócio a expor a situação em questão, a perguntar se esta situação da proibição de certas máquinas fotográficas se iria manter e de quem era a responsabilidade dessa mesma proibição. Posteriormente divulgaremos tanto o mail como a resposta por parte deste órgão Vitoriano, se ela existir claro. Se a resposta não existir, ou se a proibição se manter provavelmente não pagarei nem mais uma cota ao Vitória. Nos meus 20 anos de ida ao Estádio nunca, como nestes últimos tempos, me senti tão "estrangeiro" como agora, na minha própria casa. E não me refiro apenas a esta situação. Fala um sócio que nunca precisou de perdões de cotas para continuar a ser sócio.

Mr.Karvalhovsky disse...

Uma situação absolutamente ridícula, sem dúvidas...

Vamos então esperar pela justificação da direcção... Se é que virão a justificar-se!

Vimaranes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vimaranes disse...

Este tipo de proibições já existe há muito. Depende muito dos seguranças que encontramos no estádio ou até do jogo em questão.

Em Guimarães, fui proibido de entrar com a minha máquina por duas ocasiões. Uma, num jogo da época passada frente ao Benfica. Outra já esta temporada num jogo da taça frente à Olhanense. Das duas vezes disseram-me que não poderia entrar com a máquina, no primeiro jogo por motivos de segurança e de direitos de imagem.
Das duas vezes, não acatei a decisão por julgar ridícula e pedi que chamassem o responsável da direcção do Vitória pela organização dos jogos. Da primeira vez esperei cerca de 10 minutos, até que me foi dito que podia entrar com a máquina, sem que naturalmente qualquer responsável tenha chegado até mim ou sequer tenha sido contactado (como esperava aliás). Da segunda vez um dos outros seguranças passou por cima da decisão do primeiro e mandou-me entrar, depois de eu ter dito que queria falar com o responsável do Vitória.

Fora de Guimarães, apenas me aconteceu uma vez. Em Santa Maria da Feira, na II Liga. Aí a justificação foram as questões de segurança, por ser uma suposta arma de arremesso. Como estavam intransigentes, fui tentar falar com um representante da Liga de Clubes e o senhor, muito simpático, pediu-me a máquina, disse-me para entrar no estádio e depois me dirigir às grades que ele aparecia lá e, às escondidas da polícia, me fazia passar a máquina entre as grades. Assim fiz e daí ter conseguido estar no estádio com a máquina tirando na altura salvo erro fotos para o VitóriaSempre.

Curiosamente, quer em Espanha quando há pouco tempo fui ver o Barcelona ao Camp Nou (em que até entrei com uma garrafa de plástico de coca-cola cheias e uma recordação qualquer em louça!), quer em Londres no estádio do Fulham não me proibiram a entrada da máquina. Culturas diferentes que, não é por acaso, levam a estádios cheios.

Este tipo de proibições são por si só ridículas e em nada beneficiam o espectáculo. Mais a mais, quando nos vemos privados de entrar no nosso próprio estádio com máquinas e depois podemos entrar com elas, até nos estádios dos ditos grandes.