terça-feira, 7 de julho de 2009

Mais uma bigger iniciativa...

"Grupo de comunicação social de Guimarães oferece funeral de luxo aos leitores" (...) E este funeral, que se anuncia de sonho, tem ainda a vantagem de poder reverter para outro ente querido. Para a sogra, por exemplo. Sandra Guimarães garante que o prémio, em forma de vale e sem data, pode ser doado. 'Já oferecemos de tudo, desde dinheiro a automóveis, viagens e animais. Por isso optámos por fazer um concurso que pensamos ser único no mundo', finalizou." ver notícia integral aqui.

Eles já davam oportunidade às leitoras de ser "Cinderela por um dia" com direito a hair stylist, ir à Persona, oferta de seguros para tudo e mais alguma coisa, internet, gasolina, etc., mas agora esmeraram-se... um funeral de LUXO!!!
Aposto que o feliz contemplado vai ficar ansioso por dar uso ao prémio...

PS. Acreditem, nós tentámos não falar deles...

29 comentários:

Vimaranes disse...

Juro que pensei já ter visto de tudo. Engano-me sempre que o penso. O nome da dita, já pressupunha o nível do projecto.

Pantic disse...

Caro Vimaranes, podemos já ter visto de tudo, mas ainda não vimos tudo...
É o que eu costumo dizer, e este caso prova-o bem.

Anônimo disse...

Cangalheiros de todo o país, uni-vos!
Cangalheiros unidos jamais serão vencidos...
Boa iniciativa do grupo Santiago, que pelo menos e em tempo de crise,
brinca aos funerais.
--e sempre se fala de guimarães no CS.

shiver disse...

Confesso que esperava mais da revista quando ela saiu, pois anunciavam-se como um meio de divulgação de iniciativas vimaranenses. Mas após ver estes 5 números percebi qual o verdadeiro intuito da revista - promover pessoas e não eventos...

Lembro-me que essa tal senhora (que diga-se não conheço), no 1º número apareceu em apenas todas as páginas da revista.
Nos restantes números, que fui comprando por teimosia, podemos encontrar de tudo, desde reportagens acerca de pessoas que nada têm a ver com Guimarães ou com o Norte, fotos de festas que se passam sabe-se lá onde, até textos que enchem páginas e não dizem nada senão frases feitas e "banha da cobra".

Não tenho nada contra esse tipo de revistas, mas escusavam de andar a apregoar aquilo que não iriam ser na realidade. Para isso que se anunciassem como uma "nova gente" ou a "caras" de Sandra Guimarães e afins...

Anônimo disse...

No que respeita à revista sou levado a concordar contigo, Shiver.

Já quanto a esta iniciativa não vejo qualquer problema nem, muito pelo contrário.

É uma questão de markting e uma bela jogada do grupo e, como se vê, conseguiu o que queria. E não me digam que é pelos piores motivos. Deixemos-nos de armantes em pessoas sérias e intelectuais e vejamos a vida como ela é, ou deveria ser, uma alegria. E esta iniciativa só teve esse condão em mim. Um sorriso e, não envergonhado. Depois de vacas, ainda me lembro desse prémio, ora aqui está mais um que, diga-se o que disser dá jeito:)

Anônimo disse...

É desta k ofereço uma prenda à minha sogra... ou ao meu patrão. ainda estou a pensar quem merece mais...

Pantic disse...

Caro Anónimo,
não estamos armados em intelectuias, eles é que se armam em luxuosos. Nós até nem apreciamos muito o tipo de funeral tipicamente latino, ainda põe as pessoas mais em baixo. O funeral deveria ser rápido, sem aquela adoração toda aos restos mortais... Em vez disso deveria haver uma celebração da vida da pessoa.
Claro que dá jeito, realmente as funerárias são um negócio certinho, não há crise

Agora quanto à Bigger outra vez, também se é falado se for por más razões, parece que são um daqueles casos que o que interessa é ser falado, quer seja mal ou bem.

Caro anónimo volte sempre, não se pode estar sempre de acordo, comentários assim só trazem elevação ao blogue.
Cumprimentos.

Anônimo disse...

Caro Pantic, vamos lá.

Em concreto qual é a crítica à ideia/iniciativa?

Não falo da revista ou sequer do Grupo, pois se quanto ao grupo de reconheço grandes méritos na divulgação de Guimarães e do que é nosso, na revista tenho de concordar que apenas serve os amigos da directora e patrão da tal bigger.

shiver disse...

Caro Anónimo, a crítica é precisamente à revista. Aliás, este post só surge devido aos 5 números da revista que já saíram, pois se esta iniciativa fosse um caso isolado dessa tal senhora, nem sequer seria referida aqui no blogue.

A crítica, como foi referi anteriormente, é servirem-se do nome de Guimarães para fazer publicidade aos seus responsáveis e respectivos projectos e não às iniciativas vimaranenses, como tinham anunciado inicialmente.

Digo-lhe que também me ri muito quando li a notícia, até na morte é preciso um bigger LUXO. :)

Pedro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Mau muito mau, até os slogans são pirosos. Custa a creditar que ainda há alguem que compre ou faça publicidade naquela revista. Guimarães cresceu demais para ter esta bimbalhada nas bancas.

atento disse...

Caro Shiver, no primeiro número da revista a tal senhora a que se refere não saiu em todas as páginas como diz num dos seus posts. Parece-me que para além de cuspir ódio por todos os seus poros e porinhos e sei lá que mais, tem que aprender a contar... Das 40 páginas publicadas, ela "apenas" estava em oito.

Anônimo disse...

A prova do exito da jogada de marketing está aqui...

Anônimo disse...

E que tal um cemitério Vitoriano e uma agencia funeraria??
É uma boa ideia?
Ou será que não?

shiver disse...

Caro atento, realmente não posso comprovar que a dita senhora apareceu em 20, 30 ou 40 fotos, porque, logicamente, já não tenho a revista comigo.

Independentemente disso, o cerne da questão não é esse. Mas se guarda tão afincadamente todos os números da revista poderá certamente perceber qual é. Basta estar atento...

Quanto a cuspir ou deixar de cuspir, sabe como é, aqui o sítio é nosso, por isso a gente cospe o que quiser, às horas que bem entender :)
Volte sempre!

Como não comprei cupão nenhum, não vejo onde está o sucesso da jogada de marketing, caro anónimo.

Anônimo disse...

O sucesso está em divulgar o nome da empresa, da rádio, dos jornais... é tão difícil chegar lá? Até na TV já deu reportagem...

shiver disse...

que LUXO :)

Anônimo disse...

o erro é mesmo esse, pensar que por estar a ser falado, nem que seja mal, atrai compradores ou publicidade. Eu alem de não comprar nem de pensar publicitar nessa revista ou jornal, tenho VERGONHA que seja de Guimarães.

Anônimo disse...

Já eu tenho é vergonha de ver sem abrigo nas ruas. Casas completamente degradadas...

mania da perseguição a santiago... dasse

Anônimo disse...

Não dignifica o nome Santiago nem Guimarães.
Se pensam estar a fazer marketing, são uns tótós.
A revista é de fraca qualidade e as fotos são uma desgraça, tremidas e desfocadas e o papel não ajuda a melhorar. Digamos que em termos gráficos, há por aí revistas de borla com melhor grafismo. Conhecem a revista Sim? É de borla e tem conteúdo e fotos bem tiradas.

Anônimo disse...

Revista SIM com conteúdo? Anedótico...

Lá fotos tem, especialmente as páginas de uma disco la de braga, onde aparecem uma caras bonitas.

Nunca percebi o porque de a santiago ser sempre tao criticada por meia duzia de intlectuais da cidade. Se calhar até sei, mas a verdade é que sao os mais ouvidos.

Anônimo disse...

Revista pirosa e sem assunto.
Enfim, fizeram a revista para se auto promoverem.
A Santiago no pior.

Anônimo disse...

Mas afinal fala-se do funeral ou da revista?...
Ai Ai Ai...
Vamos levar isto pra brincadeira,ta?
pelo menos a ideia da Santiago já mostra Guimarães nos jornais na net e nas Tvs..
lembram-se qual foi a cobertura das tvs sobre o 24 de Junho? Zero!

Agostinho disse...

Excelente iniciativa. Extraordinária revista.
Espero que saia à casa e que possam usufruir do prémio com a brevidade possível.

Anônimo disse...

Eu comparo isto ao tratamento que se dá ao que é de Guimarães, jogadores, artistas, etc. Sendo de Guimarães, nada presta (inveja fala mais alto), mas se for de fora é tudo bom.

Parece-me que se esta iniciativa fosse de outro qualquer órgão, ou empresa, ninguém atacava (é moda por estas bandas) o grupo da santiago.


É pena mas (alguns) vimaranenses são assim.

Pantic disse...

Se esta notícia fosse de qualquer outro sítio certamente que iríamos ouvir falar dela. Há quem não compreenda que existem várias maneiras de ser falado, por boas razões, más razões, por motivo anedótico e etc..
E ninguém viu o blogue a criticar o grupo santiago, apenas esta iniciativa e depois por arrasto a revista Bigger. Aqui critica-se o que não se concorda. mas também enaltecemos e divulgamos Guimarães ao máximo. Quem é "cliente" habitual da casa sabe disso.

Palmira disse...

Xiiiii, tanta gente com o mesmo nome ... tantos “Anônimos” ... mal por mal, mais vale ser “Palmira” =)

O que é essa coisa: santiago?!
Com mérito, só conheço algumas pessoas com esse nome e a capital da Galiza.

Beijos.

Palmiro disse...

...é só a local mais ouvida de portugal...só...

Palmira disse...

Ó Palmiro (nem te podem chamar palmeiro, nem palminho) estou muito mais feliz!
Mas, como se ouve um(a) local?

Deve ser por isso que anda a dar funerais, pode ser que o prémio fique para o próprio... morre, mas em chique... um luxo.

Bj para ti.